Taxa de desemprego no Brasil de julho é a menor desde 2015

Taxa de desemprego no Brasil de julho é a menor desde 2015

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou, nesta terça-feira (20), a nota sobre o Desempenho Recente do Mercado de Trabalho e Perspectivas, que aponta uma melhora generalizada na ocupação, abrangendo todas as regiões, todos os segmentos etários e educacionais e quase todos os setores da economia. Dados mensais calculados pelo Ipea, a partir da série trimestral da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que, em julho, houve aumento de 7,5% no contingente de ocupados (que chegou a 100,2 milhões de pessoas), na comparação com o mesmo período de 2021.

Esta alta da ocupação vem sendo o principal fator responsável pela melhora na taxa de desocupação, que recuou pelo décimo quarto mês consecutivo, chegando a 8,9% em julho, o menor patamar desde julho de 2015. A população desocupada recuou 28,7% entre julho de 2021 e 2022 – quase 4 milhões a menos –, passando de 13,6 milhões para 9,7 milhões.




Leia também:

Terra Brasil Notícias