Randolfe aciona STF para garantir ônibus de graça no dia da eleição

Randolfe aciona STF para garantir ônibus de graça no dia da eleição

Senador quer ‘diminuir a abstenção’ nos redutos mais pobres do país, porque acredita que a medida beneficia Lula

O líder da oposição no Senado Federal, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse nesta quarta-feira, 28, que pretende acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) para assegurar passagens de ônibus de graça em 2 de outubro, data das eleições de 2022. O objetivo do parlamentar é diminuir a abstenção, principalmente nos redutos mais pobres do país.

“Estamos presenciando a volta de estratégias coronelistas para garantir a eleição de elites nas mais diferentes regiões”, afirmou Randolfe, em nota. “O voto é um direito e um dever dos cidadãos. Por isso, todas as medidas contrárias a esse preceito constitucional devem ser combatidas com urgência.”

O senador alega que o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), teria suspendido o passe livre — tradicionalmente concedido ao eleitor no dia das eleições — para favorecer o presidente Jair Bolsonaro (PL). “Além do caso de Porto Alegre, há informações de que prefeituras bolsonaristas podem tomar medidas para aumentar a abstenção e, assim, tentar evitar a vitória de Lula no primeiro turno”, justificou Randolfe. “Por isso, vamos pedir que sejam assegurados todos os meios para levar os eleitores às urnas.”




Leia também:

Terra Brasil Notícias