Moraes afirma que urnas eletrônicas garantem segurança e liberdade do voto

Moraes afirma que urnas eletrônicas garantem segurança e liberdade do voto

Declaração foi feita em reunião com observadores internacionais que vão acompanhar as eleições gerais deste ano

Foto: NELSON JR./SCO/STF – 4.8.2022

Em reunião com observadores internacionais que vão acompanhar as eleições deste ano, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, reiterou que a segurança, a liberdade de voto e o sigilo da escolha serão garantidos pelas urnas eletrônicas. O primeiro turno ocorre no domingo (2).

O evento em que Moraes fez a declaração ocorreu nesta quinta-feira (29). Também participaram a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, e o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Congresso Nacional, além do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Beto Simonetti, e do chefe da Missão de Observação da União Interamericana dos Órgãos Eleitorais (Uniore), Lorenzo Córdova.

Moraes destacou ainda que o TSE vem tomando diversas medidas para que o eleitor tenha absoluta tranquilidade na hora de votar. “Dia 5 de outubro completamos 34 anos de Constituição, de respeito aos Poderes e instituições da República. E isso é garantido pelas eleições. Eleições limpas, seguras e transparentes”, disse. “Sempre repito que somos uma das quatro maiores democracias do mundo, porém a única que apura e divulga os resultados eleitorais no mesmo dia, com competência e transparência, graças à tecnologia das urnas eletrônicas”, completou o presidente do TSE.



Leia também:

Terra Brasil Notícias