‘Vou tapar o nariz e votar em Bolsonaro’, diz Abraham Weintraub 

‘Vou tapar o nariz e votar em Bolsonaro’, diz Abraham Weintraub 

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub (PMB) afirmou que suspeita que o presidente Jair Bolsonaro (PL) e sua família estejam envolvidos em um esquema de corrupção. Ainda assim, diz que vai “tapar o nariz e votar no Bolsonaro”.

“Eu odeio ladrão, odeio corrupto, tenho nojo dessas pessoas. Começou a ter fortes indícios de corrupção e sinais de enriquecimento de membros da família Bolsonaro, declarou Weitraub ao portal Metrópoles.

Weintraub também teceu críticas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ao Partido dos Trabalhadores, que teriam cometido corrupções “bilionárias”, em sua opinião, que seriam muito piores que a de Bolsonaro.

“Reviraram o lixo do Lula e encontraram vinhos de R$ 3 mil no dia-a-dia . Ele dando tchau e ele tinha um relógio de ouro. Ele é uma entidade do mal, com poderes sobrenaturais. O Bolsonaro é um vizinho que é bonachão, engraçado e que se corrompeu quando teve acesso ao poder (…). Não considero ele tão mal quanto o Lula”, compara.

Para ele, Ciro Gomes (PDT) se aproxima mais de Lula que de Bolsonaro.

“Eu nunca votei no PT na minha vida. Ciro Gomes, para mim, não chega a ser tão ruim quanto o PT, mas muito próximo. Vou tapar o nariz, porque não anulo voto, e vou votar no Bolsonaro, mas sabendo o que ele é, o que aquela família representa. No segundo turno, a mesma coisa. Não estou recomendando voto e nem vou pedir voto para Bolsonaro. Se fosse Alckmin e Lula, eu taparia o nariz e daria o voto ao ‘merendeiro’”, disse.




Leia também:

Terra Brasil Notícias