Moraes vai ao Planalto entregar convite de posse a Bolsonaro 

Moraes vai ao Planalto entregar convite de posse a Bolsonaro 

Ministro assume comando do TSE em 16 de agosto e tem sido alvo das críticas do presidente

Os ministros Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estiveram no início da noite no Palácio do Planalto, em Brasília, onde foram entregar pessoalmente ao presidente Jair Bolsonaro (PL) o convite da posse de ambos no comando da Corte Eleitoral. Moraes assume a presidência do TSE e Lewandowski, a vice-presidência, na proxima 3ª feira (16.ago).

Os dois entraram e sairam pela garagem, sem falar com a imprensa. Chegaram por volta das 18h45 e deixaram o Planalto cerca de uma hora depois.

Em fevereiro Moraes, também em visita ao chefe do poder Executivo, foi entregar pessoalmente ao lado de Edson Fachin, o atual presidente do TSE, o convite da posse de ambos, quando assumiram o tribunal como presidente e vice. Na ocasião, Bolsonaro não retribuiu o convite e faltou à cerimônia de posse dos dois. Alegou compromissos oficiais e foi representado pelo vice, Hamilton Mourão. Em 2020, no entanto, quando os embates com à Justiça Eleitoral ainda não eram constantes, o presidente participou da posse de Luís Roberto Barroso para o comando da Corte Eleitoral. 

Desde o ano passado, Bolsonaro tem feito críticas públicas a Alexandre de Moraes, relator de inquéritos no STF e ações no TSE que envolvem o presidente. Na última 3ª feira (02.ago) em entrevista à Rádio Guaíba, o mandatário afirmou que Moraes quer incriminá-lo.”Inquéritos do Alexandre de Moraes são completamente ilegais, imorais. É uma perseguição implacável por parte dele, a gente sabe o lado dele”, afirmou o presidente. 




Leia também:

Terra Brasil Notícias