Lula registra no TSE desejo de abrir as ‘torneiras’ de dinheiro público no Brasil

Lula registra no TSE desejo de abrir as ‘torneiras’ de dinheiro público no Brasil

O Partido dos Trabalhadores (PT) apresentou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o plano de governo de Lula para a eleição deste ano à Presidência. O documento traz alguns detalhes de como os petistas planejam configurar a administração na questão econômica.

Um dos pontos principais da política econômica petista é a revisão do teto de gastos, um tema que vem aparecendo em discursos de pré-campanha de Lula nas últimas semanas. O PT propõe rever a medida adotada durante o governo de Michel Temer (MDB), que funciona como um mecanismo contra o endividamento público.

“Vamos recolocar os pobres e os trabalhadores no Orçamento. Para isso, é preciso revogar o teto de gastos e rever o atual regime fiscal brasileiro, atualmente disfuncional e sem credibilidade”, diz o texto do plano de governo de Lula.

O planejamento econômico do PT fala em viabilizar “um novo regime fiscal”, que “possua flexibilidade e garanta a atuação anticíclica”, ou seja, que permita ao governo federal elevar os gastos públicos com o objetivo de aquecer a economia.

Ainda segundo o plano de governo, esse novo regime fiscal vai estar “vinculado à criação de uma estrutura tributária mais simples e progressiva”, que incluirá o pagamento de mais impostos pelo que o documento classifica como “super-ricos”.




Leia também:

Terra Brasil Notícias