PT é condenado e terá que pagar R$ 1 milhão à gráfica por dívida de campanha 

PT é condenado e terá que pagar R$ 1 milhão à gráfica por dívida de campanha 

O Partido dos trabalhadores (PT) foi condenado pela Justiça a pagar cerca de R$ 1 milhão de indenização para uma gráfica de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, por dívidas feitas durante as eleições municipais de 2004.

A empresa River Print acusa o PT de ter dado um calote durante um serviço prestado em 2004 durante as eleições para prefeito de Porto Alegre – a chapa do PT que disputou as eleições pela Prefeitura de Porto Alegre foi composta pelo ex-prefeito Raul Pont (PT) e a vice Maria do Rosário (PT), que hoje é deputada federal pelo (PT) – a chapa não conseguiu ser eleito.

Na época, o valor da dívida era de R$ 73.055,84. No entanto, por conta do acúmulo de juros e multa, o valor subiu para os cerca de R$ 1 milhão. Hoje, a ação se encontra do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Por lá, o PT Nacional argumenta que não tem responsabilidade sobre as dívidas acumuladas pelos diretórios municipais. No entanto, esse argumento não foi acatado em nenhuma das instâncias.




Leia também:

Terra Brasil Notícias