Tragédia: Jovem filma própria morte ao pular de trampolim de piscina

Tragédia: Jovem filma própria morte ao pular de trampolim de piscina

Um jovem de 24 anos morreu depois de pular de trampolim de 10 metros de altura em piscina de um clube em Goiânia, na sexta-feira (24). De acordo com informações repassadas pelo Clube Ferreira Pacheco, a vítima e um amigo teriam se desafiado a irem à área de uso restrito para competições de saltos ornamentais, que estava trancada.

O superintendente adjunto da Polícia Técnico Científica de Goiás, Ricardo Matos, informou que a vítima é Júlio César dourado de Oliveira.

De acordo com o Corpo de Bombeiros do estado, uma equipe foi enviada para o atendimento, mas o Júlio César morreu no local. O clube ressaltou que, após ser retirado da piscina, o salva-vidas e os bombeiros ainda tentaram reanimar o jovem, mas sem êxito. A identidade da vítima e do amigo não foram divulgadas.

Em nota, o Serviço Social da Indústria (Sesi) Clube Ferreira Pacheco lamentou o caso e informou que os dois jovens – a vítima e um amigo – se desafiaram a pular de um trampolim de uma “piscina de treinamento de saltos ornamentais da unidade, de acesso restrito para competições e que estava devidamente trancada”.

“A dupla pulou a grade que isola a piscina de treinamentos, se desafiou a pular do trampolim. Teria sido, inclusive, filmado a ação no celular de um deles”, informou o clube.

De acordo com a nota, os dois jovens, aparentemente alcoolizados, praticavam atos inadequados no centro de lazer, como saltos mortais, com riscos para a integridade deles próprios e dos demais frequentadores. Um segurança da unidade já teria chamado atenção deles em outra piscina.

O Sesi Ferreira Pacheco manifestou pesar à família da vítima e informou ter agido prontamente para evitar “a trágica ocorrência, o que não foi possível, infelizmente, e ter, igualmente, tomado todas as providências e adotado protocolos para salvar a vida do rapaz após o salto do trampolim”.

Créditos: Metrópoles.




Leia também:

Terra Brasil Notícias