Bolsonaro discursa em Campo Grande e se irrita com apoiador de Lula

Bolsonaro discursa em Campo Grande e se irrita com apoiador de Lula

Em evento no MS, presidente perguntou: “O que falta para nós sermos felizes e aproveitarmos?”, quando um homem gritou: “Lula voltar”

Faltando pouco mais de três meses para o primeiro turno da disputa eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro (PL) e sua equipe de assessores não estão conseguindo mais garantir que os eventos oficiais de entregas do governo federal contem apenas com apoiadores.

Em episódio desta quinta-feira (30), em Campo Grande, o chefe do Executivo federal discursava exaltando as belezas naturais do Brasil e do Pantanal matogrossense, quando perguntou “O que falta para nós sermos felizes e aproveitarmos?”. 

Houve um burburinho, quando se destacou a voz de um homem gritando: “Lula voltar”. 
Visivelmente irritado, Bolsonaro rebateu: “Esse não ouviu o que falei no início [do discurso]: ‘quando os bons se dividem, os maus vencem’”.

Na sequência, pediu aos eleitores que decidam o voto nas eleições de outubro deste ano de forma racional, e “não com o coração ou com emoção”. 

“Decidam não com o coração ou com emoção. Decidam com a razão, porque o seu ato em outubro pode simplesmente definir a maneira como você vai viver, como um brasileiro ou como um venezuelano. E nós sabemos o que nós queremos”, disse, reiterando o tom crítico à política do país vizinho.

Bolsonaro tentará a reeleição e polariza a disputa presidencial com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que lidera as intenções de voto para retornar ao Palácio do Planalto, de acordo com as pesquisas eleitorais prévias.

O evento onde ocorreu esse episódio foi para entrega de 300 casas no Residencial Jardim Canguru, na capital do Mato Grosso do Sul. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), as moradias vão beneficiar 1,2 mil pessoas de baixa renda com casa própria.

Nesse mesmo evento, o presidente também se exaltou com outro homem, que o pressionou a declarar apoio a um pré-candidato ao governo do MS.

“Se quiser discursar, vem para cá, garoto, ou se candidata. Vai buscar o voto para você ver como não é fácil. Espere 28 anos como candidato federal e se candidate a presidente”, declarou Bolsonaro, com ironia.




Leia também:

Terra Brasil Notícias