Técnico da Bélgica anuncia demissão após queda na fase de grupos da Copa

Técnico da Bélgica anuncia demissão após queda na fase de grupos da Copa

Roberto Martínez disse que tomou decisão antes mesmo da Copa do Mundo no Catar ser iniciada

O técnico espanhol Roberto Martínez anunciou, nesta quinta-feira (1º), que está deixando o comando da Bélgica após a eliminação dos europeus na primeira fase da Copa do Mundo no Catar.

“Este foi meu último jogo como técnico da seleção”, disse ele. “Não posso continuar. Eu disse adeus aos jogadores e à equipe. Eu ia parar de qualquer maneira, acontecesse o que acontecesse, mesmo que tivéssemos nos tornado campeões mundiais. Tomei essa decisão antes da Copa do Mundo”, acrescentou.

Martínez encerra uma longa passagem pelo comando da seleção da Bélgica, país que ele levou ao primeiro lugar do ranking de seleções da Federação Internacional de Futebol (Fifa) e ao terceiro lugar na Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

A Bélgica perdeu várias oportunidades de marcar o gol contra a Croácia que os levaria à fase eliminatória, mas teve que se contentar com um empate em 0 a 0 e o terceiro lugar na chave, atrás de Marrocos e Croácia.

A seleção belga termina, assim, uma campanha decepcionante, na qual marcou apenas uma vez em três partidas e ganhou mais manchetes por disputas entre jogadores fora do campo do que pelo futebol.

“Hoje fomos nós mesmos novamente”, disse Martínez. “Nunca é fácil vencer uma partida em uma Copa do Mundo. Na primeira partida contra o Canadá vencemos (1 a 0), mas não fomos nós mesmos. Perdemos merecidamente a segunda partida contra o Marrocos (2 a 0). Não estávamos prontos”, avaliou.

“Hoje criamos muitas chances, então não, não tenho arrependimentos. Podemos sair da Copa do Mundo de cabeça erguida”, acrescentou o agora ex-técnico da Bélgica.

CNN Brasil



Leia também:

Terra Brasil Notícias