Após demissão em massa, dono da CNN faz elogios a Bolsonaro e revolta funcionários

Após demissão em massa, dono da CNN faz elogios a Bolsonaro e revolta funcionários

Rubens Menin, dono da CNN Brasil, elogiou a economia do governo de Jair Bolsonaro (PL) nesta quinta (1º), mesmo dia em que o canal de notícias teve uma demissão em massa nas Redações de Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. Em comunicado interno aos funcionários demitidos, a empresa afirmou que as dispensas aconteceram por corte de gastos.

O empresário compartilhou um gráfico do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para mostrar números da economia. De forma indireta, elogiou o trabalho de Bolsonaro até o momento.

“Novos números do IBGE trouxeram revisões superpositivas para a economia brasileira, onde o PIB (Produto Interno Bruto) foi bem melhor em 2020 e 2021, chegando em incríveis 5% de crescimento em 21 e 3% no 1º semestre de 22”, escreveu ele na legenda da publicação. Na quarta (30), ele também deu “boas notícias” econômicas em seu Instagram.


Notícias da TV apurou que as postagens de Menin deixaram os funcionários da CNN Brasil revoltados. O maior questionamento é o motivo dos cortes de gastos descritos em comunicado interno, já que o dono do canal acabou de elogiar uma melhora na situação financeira do país.

O canal jornalístico começou a dar sinais de crise em agosto deste ano, quando mandou embora 35% da equipe do Rio de Janeiro. Nesta quinta (1º), quase todos os funcionários da capital fluminense foram dispensados e a sucursal foi desativada. Com a equipe já enxuta, Brasília teve apenas duas demissões. O dia de fúria refletiu em São Paulo: Monalisa Perrone, Gloria Vanique e Marcela Rahal estão entre os nomes que saíram.

Considerada uma das estrelas do canal, Monalisa fez um acordo com a CNN e receberá indenização até o ano que vem, quando seu contrato terminaria. Ela deixou a Globo há três anos por uma “proposta irrecusável” na concorrente, que abriu as portas no Brasil naquela época.

Confira abaixo a publicação de Rubens Menin:



Leia também:

Terra Brasil Notícias