Lula vai dividir Ministério da Economia em três

Lula vai dividir Ministério da Economia em três

Planejamento, Orçamento e Gestão; Fazenda; e Indústria, Comércio Exterior e Serviços serão recriados

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil 

O coordenador dos grupos técnicos de transição, Aloizio Mercadante, anunciou na quarta-feira 7 que o Ministério da Economia será dividido em três pastas no governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Os ministérios do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG); da Fazenda; e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) serão recriados a partir de 1º de janeiro.

“Tínhamos o Ministério da Fazenda; o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços; e o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão”, lembrou Mercadante, em coletiva de imprensa. “Essas estruturas vão voltar a existir. O Brasil era muito mais eficiente e tinha políticas muito mais competentes com essa distribuição.”

O petista também afirmou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) ficarão sob a gestão do novo MDIC.

“O presidente Lula deixou claro que Apex e BNDES estarão no novo MDIC”, ressaltou Mercadante. “É preciso ter focoe ousadia e tratar da promoção dos produtos brasileiros [no exterior]. O BNDES tem de ser esse instrumento de impulsionar a industrialização e resgatar as estruturas já existentes no país.”

Mercadante criticou a gestão do BNDES durante o governo de Jair Bolsonaro (PL). Ele disse que apenas 19% dos R$ 90 bilhões de crédito oferecido pelo banco vai para a indústria, enquanto 25% fica na Argentina.

Revista Oeste



Leia também:

Terra Brasil Notícias