Santos Cruz ataca Bolsonaro e diz: “Silêncio pode ser interpretado como covardia”

Santos Cruz ataca Bolsonaro e diz: “Silêncio pode ser interpretado como covardia”

O general Santos Cruz criticou o silêncio do atual presidente da República diante da derrota na corrida ao Planalto. Em entrevista ao Metrópoles, ele disse que o silêncio de Bolsonaro “pode ser interpretado como um negócio de covarde”. 

“Se eu perdesse uma eleição com 49% dos votos, eu viraria líder de oposição na hora, uma oposição construtiva, forte, atuante, não pode ficar de boca fechada 22 dias. Esse silêncio pode ser interpretado como um negócio de covarde, de você esperar que o circo pegue fogo para ver como pode se beneficiar. Ele precisa fazer uma transição segura, passar segurança para o povo e não deixar as pessoas perdidas. Esse silêncio é inaceitável, ele ganha para trabalhar”, afirmou Santos Cruz.

O general também disse acreditar que o governo Bolsonaro desgastou a imagem das Forças Armadas.

“As Forças Armadas têm um saldo positivo muito grande com a população, teve um longo tempo afastada da política, mas durante o governo Bolsonaro com certeza houve um desgaste. Ele falar o tempo todo que o Exército era dele, querer falar que a instituição está com ele, isso não tem nada a ver”, afirmou.

O Antagonista




Leia também:

Terra Brasil Notícias