Meteorito ‘idoso’ pode revelar origem da água na Terra

Meteorito ‘idoso’ pode revelar origem da água na Terra

Foto: The trustees of the Natural History Museum

A rocha espacial, de 4,6 bilhões de anos, caiu em frente à casa de uma família inglesa na cidade de Winchcombe

Um meteorito de 4,6 bilhões de anos pode ajudar a resolver um dos grandes mistérios da história da Terra, que envolve a origem da água no planeta. A rocha espacial caiu em frente à casa de uma família inglesa na cidade de Winchcombe, em fevereiro de 2021.

A água encontrada no meteorito possui uma composição química semelhante àquela encontrada na Terra, o que dá credibilidade à teoria de que a água no planeta surgiu de um impacto de um asteroide.

Segundo cientistas da Universidade de Glasgow, na Escócia, a presença da água na Terra é um grande mistério. Quando os planetas rochosos se formaram, no início do sistema solar, eles se localizavam muito perto do Sol. Isso tornou a Terra um planeta árido e inóspito.

Esse cenário mudou depois de o planeta esfriar e uma enxurrada de asteroides vagantes pelo sistema solar se colidirem com o planeta. Essas rochas espaciais trouxeram consigo água congelada, que se derreteu e se transformou nos oceanos. A análise do meteorito de Winchcombe dá peso a essa teoria.

“Uma das maiores perguntas feitas à comunidade científica é: como chegamos aqui?”, indagou Luke Daly, co-autor do estudo e professor de geociência planetária na Universidade de Glasgow. “Essa análise do meteorito dá uma ideia de como a Terra começou a ter água. Os pesquisadores continuarão a trabalhar nos próximos anos para desvendar mais segredos sobre as origens do nosso sistema solar.”

A rocha espacial é “uma das mais primitivas disponíveis para análise” e oferece “um vislumbre tentador de volta no tempo para a composição original do sistema solar”, afirmou o principal autor do estudo, Ashley King, do Museu de História Natural de Londres.




Leia também:

Terra Brasil Notícias