Depois de roupa polêmica com calcinha à mostra, Deborah Secco diz que: ‘Não posso ser sexualizada’ 

Depois de roupa polêmica com calcinha à mostra,  Deborah Secco diz que: ‘Não posso ser sexualizada’ 

A atriz Deborah Secco, de 42 anos, se tornou o grande assunto da cobertura da TV Globo na Copa do Mundo do Qatar em razão de seus looks ousados para comentar os jogos no programa “Tá na Copa” (SporTV).

No próximo episódio do podcast “Isso é Fantástico”, que vai ao ar no domingo (27), a atriz rebateu as críticas por ter usado uma camisa azul-marinho da emissora recortada, transformando-a em uma cropped, e uma calça cáqui utilitária, cheia de bolsos laterais, e tanga da mesma cor aparecendo.

O que vale ressaltar é que a hipersexualização da mulher, ela não é feita pela roupa e, sim, pelo patriarcado. Não é uma roupa que hipersexualiza e, sim, o olhar do patriarcado sobre mim. Independentemente da roupa que eu uso, eu não posso ser sexualizada. Eu tenho que ser respeitada. Deborah Secco

“E é por isso que a gente tem que brigar. Não mudar a nossa roupa ou como a gente se comporta ou o que a gente fala. É como olham para a gente”, completou.



Leia também:

Terra Brasil Notícias