Catar faz primeira apreensão de drogas da Copa do Mundo

Catar faz primeira apreensão de drogas da Copa do Mundo

foto: NORBERTO DUARTE / AFP

Passageiro em questão, sobre o qual não foram divulgadas informações, deve comparecer ao Ministério Público

Um dia após o início da Copa do Mundo 2022, o Catar realizou nesta segunda-feira, (21/11), a primeira apreensão de drogas no torneio. “A alfândega do Aeroporto Internacional Hamad frustrou o tráfico de tramadol e haxixe”, anunciou a Autoridade Geral da Aduana, no Twitter. Um dos funcionários da Alfândega no aeroporto de Doha “suspeitou das malas de um passageiro, motivo pelo qual ele inspecionou-as e encontrou 1.990 comprimidos de Tramadol, junto com 464,5 gramas de haxixe”, relatou a agência. O passageiro em questão, sobre o qual não foram divulgadas informações, deve comparecer ao Ministério Público, disse um funcionário do Catar, que pediu para não ser identificado. As sentenças impostas no Catar por posse, uso, ou tráfico de drogas são muito severas, incluindo longas penas de prisão, pesadas multas e expulsão do território, no caso de estrangeiros. Potente analgésico, o Tramadol, um opioide sintético, pode causar forte dependência. É um dos produtos relacionados com a crise dos opioides que abala os Estados Unidos, onde as overdoses dessa droga causaram mais de meio milhão de mortes em duas décadas. Rígido com tráfico e consumo de drogas, o rico emirado do Golfo sedia a primeira Copa do Mundo já realizada no Oriente Médio, com previsão de chegada de mais de um milhão de visitantes até a final do torneio, em 18 de dezembro, relatou à agência.




Leia também:

Terra Brasil Notícias