Atendente processa Caio Castro após se sentir humilhado pelo ator

Atendente processa Caio Castro após se sentir humilhado pelo ator

Matheus Dias afirma que foi constrangido pelo ator Caio Castro e pediu o valor de R$ 10 mil a título de danos morais

Segundo a colunista Fábia Oliveira, do Em Off, Caio Castro estaria sendo processado pelo atendente de loja Matheus Dias Encrenaziu, após ter o tratado mal durante a inauguração do estabelecimento, onde o ator fez uma presença vip. O caso ocorreu na Strati Vestuário e Acessórios Ltda, localizada no Morumbi Shopping Multiplan, em São Paulo (SP).

De acordo com o processo, a participação de Matheus consistia em receber o treinamento, aprender procedimentos e atividades que antecediam a inauguração do estande onde seriam comercializadas pulseiras, anéis, brincos e colares da marca Key Design. Caio Castro estaria presente na condição de modelo propaganda da marca.

No entanto, desde o primeiro contato, o ator teria passado a dar ordens para Matheus e os demais empregados.

Ainda segundo o relato, em certo momento, teve início uma sessão de fotos na qual participaram o gerente e os funcionários. Matheus se posicionou do lado de Caio Castro e teria ficado em frente ao nome da marca.

A atitude do profissional acabou sendo mal recebida pelo ator, que teria sido desrespeitoso com o rapaz, dizendo: “Porra, moleque, caralh, saia da frente da marca, se toca porr, não percebeu que está cobrindo a marca? Não presta para nada porra”.

Matheus afirmou que o ocorrido seria muito mais do que um pedido ríspido, mas sim uma conduta agressiva e humilhante que tinha o intuito de demonstrar o poder do artista como um ator e empresário famoso.

Dessa forma, ele achou melhor procurar o Poder Judiciário, pedindo o valor de R$ 10 mil a título de danos morais. A ação foi ajuizada no início de novembro. No dia 18 deste mês foi determinada a remessa dos autos ao Foro Regional de Jabaquara. Até o momento, o ator ainda não apresentou sua defesa.




Leia também:

Terra Brasil Notícias