TSE analisa proibir mesários de trabalharem com camisa da seleção brasileira

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está analisando a possibilidade de proibir mesários de trabalharem, no dia das eleições, vestidos com a camisa da seleção brasileira. A informação é da coluna de Malu Gaspar, do portal O Globo.

O tema entrou em debate, nesta segunda-feira (26), durante a reunião da comissão de transparência eleitoral, grupo criado para aumentar a fiscalização do processo de votação. A proposta foi defendida pela Coalizão em Defesa do Sistema Eleitoral, que reúne mais de 200 entidades e movimentos da sociedade civil.

É importante destacar que a legislação eleitoral proíbe que os servidores da Justiça Eleitoral, bem como os mesários, usem “vestuário ou objeto que contenha qualquer propaganda de partido político, de coligação ou de candidato”. No entanto, a camisa do Brasil não possui nenhuma propaganda política.

Segundo os relatos ouvidos pela coluna, o presidente do TSE, Alexandre de Moraes, ficou surpreso com o pedido, mas se comprometeu a pedir um estudo técnico ao Tribunal sobre a medida. Ele não deu um prazo para determinar uma possível proibição.

O Globo



Leia também:

Terra Brasil Notícias