TRE barra candidatura de Lourdes Melo; política viralizou nas redes 

TRE barra candidatura de Lourdes Melo; política viralizou nas redes 

O TRE-PI (Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Piauí) indeferiu hoje as candidaturas de Lourdes Melo e de seu vice, Cloves José, ambos do PCO (Partido da Causa Operária), que tentavam vaga ao Palácio de Karnak, sede do governo do estado.

Acordam as|os Juízas|es do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, por unanimidade, indeferir o presente pedido de registro de candidatura, na forma do voto da Relatora. Trecho da decisão sobre candidatura de Lourdes Melo

Quem é Lourdes Melo?

Lourdes Melo é experiente em disputar eleições: dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mostram que ela estaria em sua quinta tentativa de chegar ao Palácio de Karnak.

Aos 69 anos de idade, Lourdes Melo é natural de Pedreiras, no Maranhão, mas mora em Teresina, no Piauí, onde cursou licenciatura em Educação Física e fez carreira como educadora. Sindicalista, a candidata tentou seu primeiro cargo político em 2002, quando concorreu ao cargo de vice-governadora na chapa do PSTU, não eleita.

Foi em 2006, já no PCO, que ela tentou se eleger governadora do Estado pela primeira vez. À época, Lourdes Melo recebeu 715 votos (0,05%), ficando na última posição do pleito estadual. Nos anos de 2014 e 2018, a professora aposentada também se candidatou ao governo, sem sucesso.

Em sua extensa lista de eleições constam ainda as candidaturas a vice-prefeita de Teresina, em 2012, e de prefeita da capital piauiense em 2008, 2016 e 2020. Nesta última tentativa de se eleger a um cargo público, ela recebeu 156 votos dos eleitores do município, mas os votos foram anulados pela Justiça Eleitoral.

Neste ano, Lourdes Melo declarou R$ 100 mil em bens. Ela concorria ao pleito de 2022 contra coronel Diego Melo (PL), Geraldo Carvalho (PSTU), Gustavo Henrique (Patriota), Madalena Nunes (PSOL), Rafael Fonteles (PT), Ravenna Castro (PMN), Silvio Mendes (União Brasil) e Gessy Lima (PSC).

Coleção de memes

Depois de ter suas falas no debate da TV Cidade Verde transformadas em memes na internet, outras situações inusitadas protagonizadas pela candidata vieram à tona.

Em agosto, Lourdes Melo surpreendeu jornalistas do programa “Comando Geral”, na rádio O Dia, que a aguardavam para uma entrevista. Durante participação de ouvintes, ela ligou ao vivo para os apresentadores para perguntar a localização do estúdio, porque estava atrasada por causa do trânsito e precisava “se localizar melhor”.

Em outro debate transmitido pela Rede Meio Norte, Lourdes voltou a chamar atenção pela forma como se referiu ao ministro do STF, Alexandre de Moraes, durante uma fala sobre o sistema de justiça brasileiro: “o ministro cabeça de ovo, cabeça lustrada, está perseguindo nosso partido”, disse.

Momentos mais antigos da candidata também foram recuperados por internautas. Em 2016, quando disputava as eleições para a prefeitura de Teresina, Lourdes travou um embate com a repórter Karina Matos, da Rede Clube, afiliada da Globo no Piauí

“Você quer impor o que quer que eu fale”, dizia a candidata enquanto se recusava a participar de uma entrevista. “Mas eu nem lhe perguntei nada, como que eu quero impor alguma coisa?”, devolveu a repórter em meio a diversas trocas de farpas.



Leia também:

Terra Brasil Notícias