Rússia proibiu venda de passagens para homens entre 18 e 65 anos

Rússia proibiu venda de passagens para homens entre 18 e 65 anos

Nesta quarta-feira (21), o jornalista israelense Amir Tsarfati informou em seu canal Telegram que o Kremlin proibiu as companhias aéreas russas de vender passagens aéreas para homens de nacionalidade russa entre 18 e 65 anos. A única maneira de voar é com uma autorização especial emitida pelo Ministério da Defesa.

Todos os voos da Rússia para destinos estrangeiros esgotaram na quarta-feira depois que o presidente Vladimir Putin apresentou um recrutamento parcial de reservistas para lutar na Ucrânia, mostram dados de companhias aéreas e agências de viagens.

O êxodo russo, que teve várias ondas desde o início da invasão, intensificou-se novamente após o anúncio de Putin em mensagem televisionada. O ministro da Defesa, Sergei Shoigu , disse que a Rússia mobilizaria inicialmente cerca de 300.000 reservistas , depois que o presidente alertou que usaria todos os meios militares disponíveis na Ucrânia.

Voos diretos para cidades de países ex-soviéticos próximos, como Armênia, Geórgia, Azerbaijão e Cazaquistão, estavam esgotados na quarta-feira , de acordo com o popular site russo Aviasales .

Enquanto isso, a Turkish Airlines disse em seu site que os voos para Istambul, que se tornou um importante centro de viagens de e para a Rússia, estavam totalmente reservados a partir de sábado .

O próximo voo disponível da AirSerbia para Belgrado foi anunciado para segunda-feira, 26 de setembro.

A mídia russa RBC informou que não havia assentos disponíveis em voos para destinos sem visto até sexta-feira.

Falando à imprensa na quarta-feira, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, recusou-se a dizer se a Rússia fecharia suas fronteiras para aqueles sujeitos à mobilização.

Os voos entre a Rússia e a União Europeia foram interrompidos depois que Putin anunciou o que o Kremlin chama de “operação militar especial” de Moscou na Ucrânia.




Leia também:

Terra Brasil Notícias