Ministros do STF e Pacheco devem acompanhar apuração dos votos no TSE 

Ministros do STF e Pacheco devem acompanhar apuração dos votos no TSE 

Além dos membros da Suprema Corte, estarão reunidos os ministros do Tribunal Superior Eleitoral

Além dos sete ministros efetivos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pelo menos quatro ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) irão acompanhar as eleições e apuração dos votos diretamente da Corte Eleitoral no próximo domingo (2).

Em todas as eleições, é de praxe que os membros do TSE acompanhem juntos a apuração dos votos. A novidade é a presença de alguns dos ministros do Supremo na Corte Eleitoral para a apuração do resultado. Os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Luiz Fux, Luís Roberto Barroso e Rosa Weber irão ao TSE no domingo (2).

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), também deve ir ao TSE. A presença do chefe do Legislativo também não é de praxe. A previsão é que Pacheco vote em Minas Gerais e depois se desloque para a capital federal para acompanhar o processo de apuração dos votos no fim da tarde e início da noite de domingo (2).

Nas últimas duas eleições, por exemplo, não estiveram presentes chefes do Legislativo. Em 2014, além dos ministros do TSE, estiveram na Corte Eleitoral o então presidente do STF, Ricardo Lewandowski, o então presidente da OAB, Marcus Vinícius Furtado Coelho, o então vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão, e representantes da chapa de Dilma Rousseff (PT) e de Aécio Neves (PSDB).

Em 2018, estiveram no local, além dos ministros do TSE, a então procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o então presidente da OAB, Claudio Lamachia, a então advogada-geral da União, Grace Mendonça, e o então ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

Neste ano, o horário de votação será unificado e seguirá o horário de Brasília. Antigamente, o horário de votação costumava variar de acordo com o fuso horário. Por isso, as urnas no Acre, por exemplo, fechavam depois das urnas em São Paulo, que tem duas horas de fuso a mais.

Desta maneira, todas as urnas serão abertas às 8h, no horário de Brasília, e fechadas às 17h, também no fuso de Brasília. A partir disso, a Justiça Eleitoral começará a apurar os votos.



Leia também:

Terra Brasil Notícias