Lula decide não apresentar versão final do seu programa de governo

Lula decide não apresentar versão final do seu programa de governo

Documento deve ser divulgado ao público somente após as eleições

O ex-presidente e ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva (PT) suspendeu a apresentação da versão final do seu programa de governo federal. A informação foi divulgada pela CNN Brasil.

De acordo com a emissora, no momento, a ideia predominante da campanha do petista é apresentar um programa apenas após as eleições de outubro. 

Antes, o plano de Lula era publicar um documento aprofundando diretrizes gerais apresentadas no dia 21 de junho. 

Segundo a CNN, “a ideia ventilada era, no decorrer da campanha, apresentar um programa a partir de dois eixos: sugestões recebidas por uma plataforma na internet e também em mesas de diálogos setoriais”.

Ambas ocorreram, porém aconteceu uma reavaliação interna na campanha de Lula sobre a conveniência de formalizar um programa de governo antes da eleição.

O principal motivo, de acordo com fontes da campanha de Lula consultadas pela CNN Brasil, é o de que a ausência de um documento definitivo supostamente ajuda o petista a angariar apoios que tem buscado, “especialmente entre nomes ao centro do espectro político”, segundo a emissora.

“Justamente o perfil que petistas buscam para tentar vencer no primeiro turno, estratégia central da campanha nesta reta final”, afirma a CNN.

Uma alta fonte da campanha de Lula disse à emissora que o apoio de parte dos ex-candidatos à Presidência “é um exemplo disso”. 

A leitura da campanha é de que, se já houvesse um programa fechado por Lula, não seria possível negociar apoios na reta final para o 1º turno das eleições de outubro.

Integrantes da campanha também afirmam que não é um programa apresentado de antemão que fará Lula vencer.

“Mais que isso, a depender do que estiver no documento, pode dar munição ao principal adversário, o presidente Jair Bolsonaro”.

Integrantes do QG de Lula afirmaram à emissora que essa “munição” pode ser explorada tanto de forma negativa como de forma positiva.

À CNN Brasil, o coordenador do programa de governo de Lula, Aloizio Mercadante, confirmou que que “não há prazo” para o programa de governo mas que “as principais propostas estão sendo lançadas ao longo da campanha”.




Leia também:

Terra Brasil Notícias