QUEM É O MAIS RICO? Candidatos em SP declaram bens entre R$ 192 mil até R$ 5,1 milhões

QUEM É O MAIS RICO? Candidatos em SP declaram bens entre R$ 192 mil até R$ 5,1 milhões

Os registros de candidatura ao governo de São Paulo no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) trazem declarações de bens que vão de R$ 192,5 mil a R$ 5,1 milhões.

Até o momento, o mais rico é o governador Rodrigo Garcia (PSDB), que declarou R$ 5,17 milhões. Já na outra ponta, está o candidato do PSTU, Altino de Melo Prazeres, com R$ 192,5 mil.

O TSE restringiu neste ano a divulgação de informações sobre os bens dos candidatos. Agora, apenas dados genéricos sobre o patrimônio ficam disponíveis no sistema oficial, o que impede saber a localização de imóveis e modelos de veículos, por exemplo.

Rodrigo Garcia (PSDB): O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), declarou patrimônio de R$ 5,17 milhões ao TSE. O valor é 7,5% maior que o informado em 2018, quando ele afirmou ter R$ 3,79 milhões. Atualizada pela inflação, essa quantia chega a R$ 4,81 milhões pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de julho.

Vinícius Poit (Novo): Candidato ao governo de São Paulo, Vinícius Poit declarou R$ 2,9 milhões ao TSE em 2022. O bem de maior valor é um apartamento de R$ 2,3 milhões. Ao todo, ele declarou 33 bens — o maior volume em relação a outros políticos que fizeram registro de candidatura no TSE. À época, ele havia apresentado patrimônio de R$ 2,9 milhões, sem descontar a inflação.

Tarcísio de Freitas (Republicanos): Ex-ministro, Tarcísio de Freitas (Republicanos) declarou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) um patrimônio de R$ 2,4 milhões. A parte mais valiosa desse total é um apartamento em Brasília (DF), comprado por R$ 2,1 milhões em 2019. Investigada pela PF (Polícia Federal), a mudança provocou ações protocoladas pelas direções do PSOL e do União Brasil, após reportagem da Folha de S.Paulo mostrar que Tarcísio não morava no endereço declarado inicialmente ao TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo).

Fernando Haddad (PT): O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) possui R$ 595.059,29 em bens, em que se destacam uma casa de R$ 183 mil e um apartamento de R$ 90 mil. Quando concorreu ao Palácio do Planalto em 2018, ele afirmou ter R$ 428.451,09; descontando a inflação, houve crescimento de R$ 8,88%.

Carol Vigliar (UP): Candidata do UP, ela declarou R$ 205 mil. Entre os bens declarados, estão uma casa, no valor de R$ 200 mil, e uma caderneta de poupança de R$ 5.000. Essa é a primeira vez em que ela disputa um cargo eletivo, portanto, não há registros de anos anteriores para comparação.

Altino Prazeres (PSTU): Candidato ao governo de São Paulo pelo PSTU, Altino de Melo Prazeres, declarou R$ 192,5 mil. Em sabatina UOL/Folha, posse de armas para cidadãos comuns, expansão das ferrovias em todo o estado e tarifa zero no transporte público.

Fonte: UOL




Leia também:

Terra Brasil Notícias