Paulo Guedes diz que França está ficando ‘irrelevante’ para o Brasil

Paulo Guedes diz que França está ficando ‘irrelevante’ para o Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, nesta quarta-feira (10), que a França está se tornando um parceiro comercial “irrelevante” e ameaçou afastar o Brasil do mercado francês se Paris não parar de criticar o desmatamento na Amazônia.

“É melhor vocês nos tratarem bem porque senão vamos ligar o ‘f…-se’ para vocês”, declarou Guedes durante a abertura do congresso da Abrasel, associação que reúne líderes empresariais do setor gastronômico. Trechos do discurso do ministro da Economia foram filmados e divulgados nesta quarta-feira pela imprensa.

Guedes também comparou o incêndio na famosa catedral parisiense de Notre-Dame, em 2019, com o fogo que consome diariamente a selva amazônia no Brasil.

“Uma vez tinha um ministro da França lá: você está queimando a floresta. Eu falei: e você está queimando Notre-Dame”, relatou o ministro.

“Que acusação idiota, porra. Você não esta queimando Notre-Dame, mas é um quarteirão, você não conseguiu impedir. Pegou fogo. Agora nós temos uma área que é maior que a Europa e vocês ficam criticando a gente”, completou.

Guedes comparou o comércio bilateral do Brasil com China e França. “Nosso comercio com vocês era de 2 bilhões de dólares no inicio do século, ano 2000. Com a China era de 2 bilhões de dólares também. Hoje nós comercializamos com vocês 7 bilhões, e comercializamos com a China 120 bilhões. Vocês estão ficando irrelevantes para nós”, alertou.

Guedes também criticou o fato do presidente da França, Emmanuel Macron, se opor à ratificação do acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul ao colocar em dúvida o compromisso do Brasil em defender o meio ambiente, diante do aumento do desmatamento e dos incêndios na Amazônia.

“Então ou a França abre o mercado para nós, o Mercosul, ou vai ficar irrelevante para nós, vamos embora para outro lado”, insistiu o ministro.

Em setembro de 2019, Bolsonaro e Macron trocaram acusações pelos incêndios na Amazônia. O presidente brasileiro acusou o colega francês de ameaçar a “soberania” do país ao se meter em sua política ambiental e chegou a criticar a aparência da primeira-dama francesa, Brigitte Macron.

Na época, Guedes colocou mais lenha na fogueira ao afirmar que a primeira-dama francesa “é feia mesmo”.

lg/lab/mm/mls/app/am




Leia também:

Terra Brasil Notícias