Papa Francisco vai receber vereador que invadiu igreja

Papa Francisco vai receber vereador que invadiu igreja

Renato Freitas foi cassado por quebra de decoro parlamentar

A defesa de Renato Freitas (PT), vereador que invadiu a Igreja Nossa Senhora do Rosário, em Curitiba, comunicou que o agora ex-parlamentar será recebido pelo papa Francisco em setembro deste ano. A informação foi divulgada pelos advogados de Freitas, na quinta-feira 4, um dia antes da cassação do petista.

Freitas foi cassado na manhã de hoje, por 23 votos a 7, por quebra de decoro parlamentar. Em fevereiro, o petista liderou um ato no templo católico. À época, fiéis relataram ter sido xingados de fascistas, racistas e homofóbicos.

Trata-se da segunda cassação, sendo a primeira em junho. A desembargadora Maria Aparecida de Lima, do Tribunal de Justiça do Paraná, contudo, devolveu o mandato do parlamentar no mês seguinte, ao acolher um recurso.

Desde que a Câmara Municipal abriu o procedimento de cassação, Freitas tem alegado que o processo é motivado por “racismo”. A Arquidiocese de Curitiba chegou a sair em defesa do petista, além do ex-presidente Lula e figuras do PT.

“Iremos até Roma denunciar o abuso”, informaram os advogados de Freitas. “O sumo pontífice receberá o vereador que teve seus direitos políticos cassados por ser negro e por ter se manifestado contra a violência aos negros.”




Leia também:

Terra Brasil Notícias