Papa apoia movimento LGBT e envia carta a padre encorajando a continuar incentivando

Papa apoia movimento LGBT e envia carta a padre encorajando a continuar incentivando

O papa Francisco enviou uma carta ao sacerdote James Martin, padre jesuíta conhecido por defender a comunidade LGBTQIA+, incentivando-o a continuar seu trabalho. “Encorajo todos vocês a continuar trabalhando na cultura do encontro, que encurta as distâncias e nos enriquece com as diferenças, à maneira de Jesus, que se fez próximo de todos”, escreveu Francisco.

A correspondência foi uma resposta ao envio de um panfleto de divulgação do evento “Outreach”, conferência anual do Ministério Católico LGBTQ realizada em Fordham University, nos Estados Unidos, entre 24 e 25 de junho. Na carta com data de 20 de julho e escrita em espanhol, Francisco parabenizou o padre Martin por poder fazer o evento acontecer este ano pessoalmente, após dois anos de pausa devido à pandemia de COVID-19. O papa ainda destaca a importância dos encontros nas relações humanas.

“Na verdade, a pandemia nos fez buscar alternativas para encurtar as distâncias. Também nos ensinou que certas coisas são insubstituíveis, entre elas a possibilidade de nos olharmos ‘cara a cara’ mesmo com quem pensa diferente ou com aqueles cujas diferenças parecem nos separar ou mesmo nos confrontar”, escreveu o papa. Francisco segue a carta observando que, “quando superamos as barreiras, percebemos que há mais que nos une do que nos separa”.




Leia também:

Terra Brasil Notícias