“O Brasil é um país que está condenado a dar certo”, diz Bolsonaro em Marcha para Jesus no Rio

“O Brasil é um país que está condenado a dar certo”, diz Bolsonaro em Marcha para Jesus no Rio

Jair Bolsonaro (PL) marcou presença no evento Marcha para Jesus na tarde deste sábado, 13, no centro do Rio de Janeiro. Ao lado da primeira-dama Michelle Bolsonaro e de pastores evangélicos, como Silas Malafaia, o presidente da República convocou seus apoiadores para os atos do dia 7 de setembro. “No próximo dia 7, vamos todos, às 15h, estarmos presentes em Copacabana, onde vamos dar um grito muito forte, dizendo a quem pertence essa nação e o que nós queremos, que é transparência e liberdade”, declarou o chefe do Executivo, que também falou sobre as eleições de outubro.

“Sabemos que, para atingir o nosso objetivo, nós temos que ter conselheiros. Temos também que, mais do que pedir sabedoria, pedir também força pra resistir e coragem para decidir. Não é fácil decidir. Nós sempre passamos por momentos como este. Pior que uma decisão mal tomada é uma indecisão ou omissão. Lá atrás, soubemos o que as pessoas que lavaram as mãos fizeram com o filho de Deus. O Brasil é um país que está condenado a dar certo, ser cristão e livre. A força vem de cada um de vocês. O poder, quando falam que emana do povo, isso passa a ser verdade. Somente desta forma podemos mais do que sonhar, ter a certeza de que continuaremos sendo um país livre.” A informação é da Jovem Pan News.

Em seu discurso, Bolsonaro também lembrou da facada sofrida em 2018, quando fazia campanha em Juiz de Fora (MG), e pediu para seus apoiadores tomarem a melhor decisão possível nas eleições. “Eu jamais esperava ser presidente da República. Quis o destino que isso ocorresse e nós chegássemos lá. Estive, há poucas semanas, em Juiz de Fora e encontrei os médicos que me operaram em 2018. Todos disseram que, de cada 100 pessoas quem tomam uma facada como aquela, somente uma sobrevive. Isso é mais do que sorte. É mais do que as mãos hábeis daqueles que me operaram. Foi a mão de Deus que me operou! A todos vocês, agradeço o convite para que eu comparecesse neste evento. Digo que nunca vi um povo tão grandioso como este. É muito bom estar entre aqueles que têm Deus no coração. Todos nós sabemos que somos escravos das nossas decisões. Veja os outros países, compare com governos anteriores aqui no Brasil e decidam de forma consciente o melhor para todos nós. Agradeço a Deus por ser o chefe do Executivo. Nós, entre outras bandeiras, defendemos a família. Somos contra o aborto, a ideologia de gênero e a liberação das drogas. Para todos vocês, desejo uma família sadia. Falamos de política hoje para não termos que nos calar lá na frente. A todos vocês e aos pastores presentes, obrigado pela oportunidade. Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, finalizou.




Leia também:

Terra Brasil Notícias