Moraes manda PF analisar vídeo para saber se Roberto Jefferson descumpre ordens de restrição

Moraes manda PF analisar vídeo para saber se Roberto Jefferson descumpre ordens de restrição

Na gravação, ex-deputado diz que está recebendo visitas e orienta dirigentes do PTB. Político está em prisão domiciliar, mas foi anunciado candidato à Presidência pela sigla.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou nesta sexta-feira (5) que a Polícia Federal elabore, em cinco dias, laudo sobre um vídeo em que o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) indica estar descumprindo medidas cautelares.

Na gravação, Jefferson diz que está recebendo visitas e passa orientações a dirigentes do PTB. Desde janeiro, no entanto, o político está em prisão domiciliar e proibido de receber visitas, usar redes sociais, dar entrevistas e se comunicar com pessoas investigadas nos mesmos processos que ele. 

Em novembro de 2021, o ministro Alexandre de Moraes decidiu afastar Jefferson da presidência do PTB atendendo a um pedido de deputados estaduais e federais. Tanto o Supremo quanto o Tribunal Superior Eleitoral apuram se recursos da sigla foram usados para abastecer a as ações contra a democracia e as instituições. 

Nesta semana, a convenção do PTB aprovou o nome de Jefferson para ser o candidato do partido à Presidência – o ex-deputado, no entanto, é também aliado do presidente Jair Bolsonaro. A candidatura deve ser discutida pela Justiça Eleitoral, a quem cabe analisar os registros dos candidatos.




Leia também:

Terra Brasil Notícias