CLIMA TENSO: China usa munição real e mísseis em exercício militar ao redor de Taiwan

CLIMA TENSO: China usa munição real e mísseis em exercício militar ao redor de Taiwan

O Exército de Libertação Popular da China iniciou exercícios militares sem precedentes em seis áreas ao redor de Taiwan na quinta-feira 4, informou a televisão estatal chinesa. As atividades incluem disparos com munição real nas águas e no espaço aéreo de Taiwan, ilha que está 180 quilômetros a leste da China. Autoridades chinesas confirmaram também o uso de 11 mísseis balísticos. Este é um dos maiores exercícios militares já realizados na ilha, segundo informou a televisão estatal chinesa CCTV. As manobras chinesas afetam 900 voos e rotas de navios na região.

Os exercícios acontecem um dia depois de uma visita da presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, à ilha que Pequim considera território chinês. A atividade militar só deve terminar no domingo 7, conforme a reportagem da televisão estatal.

O Comando Oriental da China afirmou ter completado vários disparos de mísseis convencionais em águas da costa leste de Taiwan como parte dos exercícios planejados. O Ministério de Defesa taiwanês informou que projéteis também foram disparados nas águas ao nordeste e sudoeste.

O país insular ativou seus sistemas de mísseis para rastrear a atividade da Força Aérea chinesa e navios da Marinha taiwanesa estão de prontidão. Autoridades do país disseram que os exercícios, sem precedentes, invadem o espaço territorial da ilha, são um desafio direto à livre navegação aérea e marítima e violam as regras da Organização das Nações Unidas (ONU).

A China está realizando exercícios nas rotas marítimas e aéreas internacionais mais movimentadas e isso é “comportamento irresponsável e ilegítimo”, disse o Partido Democrático Progressista de Taiwan.




Leia também:

Terra Brasil Notícias