Homem tem prisão preventiva por jogar explosivo com fezes contra público em ato de Lula

Homem tem prisão preventiva por jogar explosivo com fezes contra público em ato de Lula

Andre Stefano Dimitriu Alves de Brito foi preso em flagrante pouco depois da explosão de artefato em evento no Rio de Janeiro com a presença do ex-presidente

A Justiça do Rio de Janeiro decidiu pela prisão preventiva do homem suspeito de lançar uma bomba de fabricação caseira contra o público de um ato do qual participaria o pré-candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na Cinelândia, região central da capital fluminense, na noite de quinta-feira (7). Andre Stefano Dimitriu Alves de Brito foi preso em flagrante pouco depois da explosão do artefato. O incidente ocorreu no início daquela noite, quando o local do ato já estava lotado.

Na audiência de custódia, conduzida na Casa de Custódia de Benfica neste sábado (9) a juíza Ariadne Villela Lopes acatou o pedido do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro de conversão da prisão em flagrante para prisão preventiva.




Leia também:

Terra Brasil Notícias