Convenção do PSTU tem partidário deitado na cama e outro descascando mandioca

Convenção do PSTU tem partidário deitado na cama e outro descascando mandioca

Evento é formal e requer uma compostura para partido escolher nomes para os cargos eletivos nas eleições deste ano

Durante a convenção estadual do PSTU em Minas Gerais realizada online na noite desta quinta-feira (21) um partidário acompanhou deitado em sua cama, com camisa da seleção argentina. Identificado como Ronaldo Viola, o partidário ainda tinha uma bandeira da Argentina ao fundo e o escudo do Botafogo. No início da convenção, foi avisado que a convenção era uma ocasião formal para apresentar o resultado ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG).

Ronaldo Viola permaneceu todo o evento, embora estivesse sentado por alguns momentos. Depois de um tempo, ele desligou a câmera, mas voltou a ligar e, novamente, deitado. Outro partidário, Luís Carlos Galante, estava descascando mandioca enquanto acompanhava a convenção.

Tradicionalmente, uma convenção partidária é um momento que requer um maior decoro, já que se trata de um momento no qual um partido (ou uma federação) define os nomes que irão concorrer aos cargos eletivos. Neste ano, o partido escolhe, durante a convenção, os candidatos oficiais do partido para governador, vice-governador, senador, além de deputados estaduais e federais. Alguns partidos realizam a convenção até mesmo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

A chapa apresentada pelo PSTU é composta pela professora Vanessa Portugal como candidata a governadora de Minas Gerais, pelo metalúrgico Jordano Carvalho candidato a vice-governador do Estado e pela professora Dirlene Marques concorrendo ao senado. O evento teve ainda com a participação da pré-candidata à presidência pelo PSTU, Vera Lúcia.




Leia também:

Terra Brasil Notícias