Cláudio Castro sobre operação no Alemão: “Não vamos tolerar que esses marginais que Freixo defende continuem atacando” 

Cláudio Castro sobre operação no Alemão: “Não vamos tolerar que esses marginais que Freixo defende continuem atacando” 

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Bomfim de Castro, do PL, defendeu a operação conjunta realizada entre a Polícia Militar e a Polícia Civil do Rio de Janeiro ocorre neste momento no Complexo do Alemão, na zona norte da capital fluminense. No Twitter, o Castro disse que não vai tolerar “os marginais” que segundo ele, o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) defende.

Eis a declaração o governador do Rio de Janeiro no Twitter:

Não há lugar onde o estado não entre no Rio. Não vamos tolerar que esses marginais que Freixo defende continuem atacando uma instituição tão importante e que tanto nos orgulha como a  Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

Foi Freixo, seu partido e aliados que proibiram nossas polícias de enfrentar esses bandidos em determinadas áreas. O resultado está aí: bandidos mais seguros e fortemente armados. Mas comigo não tem essa. Polícia se faz com inteligência, investimento, força e boa remuneração.

Segundo a polícia, o objetivo é combater o roubo de veículos, de carga e a bancos, segundo a inteligência dos órgãos envolvidos. Os agentes foram recebidos a tiros no local. Moradores da comunidade relatam tiroteio que ocorre até com rajadas de metralhadoras. 

Até o momento a operação contabiliza quatro mortos, sendo um policial militar; uma mulher, identificada como Letícia Marinho Salles, de 50 anos; e dois suspeitos. Um outro agente teria sido alvejado por um disparo no pé, mas passa bem.



Leia também:

Terra Brasil Notícias