Briga: Bezos e governo Biden trocam farpas

Briga: Bezos e governo Biden trocam farpas

A secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre , respondeu no domingo às críticas de Jeff Bezos sobre o pedido do presidente Biden para que os executivos do petróleo reduzam os preços do gás , dizendo que os altos preços do gás são emblemáticos de “um mercado que está falhando com o consumidor americano”.

Bezos disse neste domingo (3) que a insistência do governo Biden em culpar as empresas de petróleo pelos altos preços mostra “um profundo mal-entendido da dinâmica básica do mercado”.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, intensificou a discussão no Twitter, dizendo que as empresas de gás se recusaram a baixar os preços na bomba, mesmo com a queda do custo básico do petróleo.

“Os preços do petróleo caíram cerca de US$ 15 no mês passado, mas os preços nas bombas mal caíram. Isso não é ‘dinâmica básica de mercado’. É um mercado que está falhando com o consumidor americano”, escreveu ela a Bezos.

“Mas acho que não é uma surpresa que você pense que as empresas de petróleo e gás usando o poder de mercado para obter lucros recordes às custas do povo americano é a maneira como nossa economia deve funcionar”, acrescentou.

A briga de Biden com Bezos começou com um tweet do presidente no sábado exigindo que as empresas de gás reduzissem unilateralmente os preços.

“Minha mensagem para as empresas que administram postos de gasolina e estabelecem preços na bomba é simples: este é um momento de guerra e perigo global. Reduza o preço que você está cobrando na bomba para refletir o custo que está pagando pelo produto. E faça isso agora”, ele ordenou.

As empresas de gás são apenas o assunto mais recente da raiva de Biden, enquanto a Casa Branca luta por soluções – e desculpas – para os preços altíssimos do gás e a inflação recorde.

Biden culpou o presidente russo, Vladimir Putin, durante uma viagem à Europa na semana passada.“O resultado final é, em última análise, a razão pela qual os preços do gás estão subindo é por causa da Rússia, Rússia, Rússia”, continuou Biden. “A razão pela qual a crise alimentar existe é porque a Rússia, a Rússia, não permite que os grãos saiam da Ucrânia.”




Leia também:

Terra Brasil Notícias