Bolsonaro diz que não irá ao encontro do Mercosul, em Assunção, no Paraguai

Bolsonaro diz que não irá ao encontro do Mercosul, em Assunção, no Paraguai

“Não, até agora eu não vou. A gente pode mudar, mas até agora a decisão é para não ir”, indicou o presidente sobre o encontro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quinta-feira (14/07) que não comparecerá ao encontro do Mercosul — que ocorrerá na semana que vem em Assunção no Paraguai. O chefe do Executivo, no entanto, não detalhou as questões que o fizeram desistir.

“Já falei que não vou mais. Na política, você pode voltar atrás em algumas coisas, mas a minha decisão até o momento é não ir ao Mercosul, apesar do apelo do Marito. Gosto muito dele, o presidente do Paraguai”, afirmou em entrevista a jornalistas no Maranhão.

“Temos muita coisa com ele em comum, como, por exemplo, a piscicultura no grande lago de Itaipu. Está bastante avançado. Nós podemos aumentar em 40% nossa produção de pescado”, continuou o presidente.
Horas depois, Bolsonaro voltou a dizer que a decisão até agora é a “de não ir”.

“Não, até agora eu não vou. A gente pode mudar, mas até agora a decisão é para não ir”, reforçou.
A reunião do Mercosul coincide com as agendas previstas do presidente para a próxima semana. O chefe do Executivo aumentou o ritmo de viagens pelo Brasil em meio à proximidade das eleições. Bolsonaro deve viajar ao Rio de Janeiro na sexta-feira (22/7) e, no domingo (24/7) prepara o lançamento da pré-candidatura. No sábado (23/7), a previsão é de participação na Marcha para Jesus de Vitória (ES).




Leia também:

Terra Brasil Notícias