Senado aprova auxílio de R$ 600 e voucher caminhoneiro

Para aumentar programas e criar vale para os motoristas, senadores aprovaram estado de emergência e um furo de 41 bilhões de reais no teto de gastos

O Senado Federal aprovou em primeiro turno a PEC dos Combustíveis, proposta que permite a ampliação de 400 para 600 reais o valor do Auxílio Brasil, programa de transferência de renda para famílias vulneráveis. Além do reajuste do auxílio, que deve ser pago em cinco parcelas até o fim deste ano, o projeto prevê um reajuste do vale-gás, com a garantia de um botijão a cada dois meses para 5 milhões de famílias, além de um auxílio de 1.000 reais para caminhoneiros autônomos. O placar da votação foi de 72 a 1, com voto contrário apenas de José Serra (PSDB).




Leia também:

Terra Brasil Notícias