Sachsida deve ir à Câmara debater sobre reajuste dos combustíveis e energia

Sachsida deve ir à Câmara debater sobre reajuste dos combustíveis e energia

No último dia 18, a gasolina subiu 5,2%, enquanto o diesel, 14,2%

O ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, deve participar na próxima terça-feira 28, de um debate na Câmara dos Deputados sobre reajuste dos combustíveis, que sofreu novo aumento há duas semanas. Parlamentares também querem discutir o valor da energia elétrica no país.

A audiência pública foi proposta no final de abril e aprovada no começo deste mês. O autor do requerimento é o deputado Silvio Costa Filho (Republicanos-PE), que considera os aumentos abusivos.

“Os reajustes abusivos dos derivados de petróleo impactam a economia como um todo, repercutindo desde nos preços da cesta básica, em virtude do frete rodoviário, até os custos de transportes e deslocamento”, justifica o deputado. “Parece claro que a raiz do problema se encontra na política de Preços de Paridade de Importação (PPI) que vincula o preço dos combustíveis ao mercado internacional.”

Para o mesmo dia, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes convocou uma reunião conciliatória entre Estados e União para discutir sobre as alíquotas de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para os combustíveis.

No último dia 18, a gasolina subiu 5,2%, enquanto o diesel, 14,2%. O aumento culminou com a queda do então presidente da Petrobras José Mauro Coelho.




Leia também:

Terra Brasil Notícias