Eduardo Bolsonaro reafirma a importância da eleição do capitão André Porciuncula na Bahia; Entenda os motivos

Eduardo Bolsonaro reafirma a importância  da eleição do capitão André Porciuncula na Bahia; Entenda os motivos

Em entrevista no Programa Pânico da Jovem Pan, o Deputado Federal Eduardo Bolsonaro explicou o porquê de ter escolhido alguns pré-candidatos para apoiar em estados diferentes.

Entre alguns nomes de Santa Catarina, como Jorge Seif e Julia Zanatta, ele recomenda Mário Frias em São Paulo e o Capitão André Porciuncula na Bahia.

Seguindo a lógica de Eduardo, o “principal remédio” para evitar que candidatos vençam a eleição com os votos Bolsonaristas e depois de eleitos, traiam as pautas conservadoras e se unam à esquerda nas votações, como tem acontecido, é “esclarecer a população”.

Eduardo demonstra preocupação de evitar que os erros de 2018 se repitam, onde deputados estaduais e federais enganaram a população conservadora para garantir seus mandatos, quando na verdade esconderam suas simpatias às bandeiras da esquerda e acabaram votando junto com partidos comunistas para reforçar a agenda esquerdista no país.

Referindo-se a “andar de mãos dadas” com alguns poucos candidatos escolhidos a dedo, ele explica que acredita que estes não trairão as pautas e que se fizerem, estarão traindo não apenas aos eleitores e aos conservadores, mas também, o meio social onde eles vivem.

No caso da Bahia, não é novidade que o Presidente da República e seu filho Eduardo, indicaram que os votos bolsonaristas devem ser canalizados em André Porciuncula, justamente para evitar que infiltrados cheguem às casas legislativas e unam votos com a esquerda.

O Presidente Bolsonaro fez questão de assinar a ficha de filiação de André Porciuncula ao PL, juntamente com Eduardo Bolsonaro e declarar que “Agora a Bahia tem um Capitão”, deixando claro quem os baianos devem eleger por ser detentor de sua confiança.

Já Eduardo, deu forte recado aos baianos quando compartilhou a postagem do Capitão André Porciuncula, onde ele diz que “confiança não se ganha fazendo montagens com fotos e vídeos. Se conquista com suor e sacrifício.”

São os meios sutis que o clã Bolsonaro usa para se comunicar com os eleitores e orientar a tropa Bolsonarista.




Leia também:

Terra Brasil Notícias