Cristo Redentor é o 4° marco cultural mais buscado do mundo em 2022 

Cristo Redentor é o 4° marco cultural mais buscado do mundo em 2022 

Monumento no Rio de Janeiro aparece entre as 10 construções históricas mais pesquisadas a nível global no Google; Buckingham Palace e Big Ben lideram relação 

Cristo Redentor está entre os marcos culturais mais pesquisados no Google em 2022 em nível global.

É o que revelam os dados de pesquisa deste ano divulgados pela plataforma norte-americana na quarta-feira (7).

A estátua de 30 metros de altura situada a cerca de 710 metros acima do nível mar no topo do morro do Corcovado, no Rio de Janeiro, aparece em 4° lugar entre as 10 construções históricas mais procuradas no Google Maps.

Quem lidera a lista é o Buckingham Palace, em Londres, uma das residências reais mais famosas da monarquia britânica.

Em seguida vem outro símbolo londrino, o Big Ben, que ficou em restauração por cinco anos e voltou a funcionar neste ano. Logo depois vem a Pirâmide de Quéops, parte da necrópole de Gizé, nos arredores do Cairo.

Em quinto lugar aparece o Palácio Real de Bruxelas, palácio oficial dos reis belgas na capital da Bélgica.

Confira abaixo os 10 marcos históricos mundiais mais buscados em 2022 no Google:

  1. Buckingham Palace (Londres)
  2. Big Ben (Londres)
  3. Pirâmide de Queóps (Deserto de Gizé, Egito)
  4. Cristo Redentor (Rio de Janeiro)
  5. Palácio Real de Bruxelas (Bélgica)
  6. Memorial Chiang Kai-shek (Taipei, Taiwan)
  7. Songshan Cultural and Creative Park (Taipei, Taiwan)
  8. Pirâmide do Louvre (Paris)
  9. Palais Idéal (Hauterives, França)
  10. Palácio Gyeongbokgung (Seul, Coreia do Sul)

O Cristo

Cristo Redentor tem vista para a Baía de Guanabara e para os principais pontos da Cidade Maravilhosa / Daniela Filomeno

Construída em 1931, a estrutura de concreto armado e pedra-sabão é considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno.

Símbolo do cristianismo no Brasil, o monumento foi projetado a partir de uma colaboração entres os arquitetos brasileiros Heitor da Silva Costa e Carlos Oswald, além dos franceses Paul Landowski e Albert Caquot, assim como o romeno Gheorge Leonida.

A estátua que representa Jesus Cristo é administrada pela Arquidiocese do Rio de Janeiro, assim como também é a responsável por manutenções e celebrações no espaço.

O acesso ao Cristo é feito através do Parque Nacional da Tijuca e pode ser feito via uma linha de trem em meio à Mata Atlântica que é mais antiga do que o próprio monumento Art Déco, datando de 1884.

Um museu em homenagem ao Cristoestá previsto para ser inaugurado até 2024, em que os mais de 90 anos de história de um dos maiores patrimônios culturais do Brasil e do mundo estarão expostos no chamado Museu Cristo Redentor,

O local será aberto no Centro de Visitantes Paineiras, no Parque da Tijuca, aos pés do Corcovado.

CNN Brasil



Leia também:

Terra Brasil Notícias