Carlos Bolsonaro vence processo contra Porchat na Justiça

Carlos Bolsonaro vence processo contra Porchat na Justiça

O filho do presidente foi chamado de “miliciano” e “corrupto” pelo humorista

O humorista Fábio Porchat foi condenado a pagar danos morais ao vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). A decisão foi assinada na última terça-feira (6) pelo juiz Marcelo Almeida de Moraes Marinho, do 1º Juizado Especial Cível da Regional da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O parlamentar moveu uma ação contra o ator após ser chamado de “miliciano” e “corrupto”.

– Vocês criticam as ações do presidente Bolsonaro, mas pensa: se você fosse miliciano, corrupto, isolado no poder, tentando aparelhar o Estado pra proteger seus filhos corruptos, sem apoio da população, negacionista, você não faria o mesmo? #Empatia – escreveu Porchat no Twitter.

O juiz acatou o pedido e determinou a indenização em R$ 48.480. Além disso, o humorista terá que remover o conteúdo, publicar a sentença e fazer uma retratação nas mesmas redes sociais onde as ofensas foram feitas.

Na decisão, o juiz entendeu que Porchat demonstrou “a intenção de ofender a honra do autor e seus familiares, impondo aos mesmos a pecha de corruptos e inaptos ao exercício democrático”.

Desde a data da sentença, o humorista teria 48 horas para remover a postagem, caso contrário sofrerá penas de multas diárias no valor de mil reais.

Carlos Bolsonaro comemorou a decisão e falou sobre as críticas que ele e seus familiares recebem dos adversários políticos.

– Diariamente, eu e minha família somos alvos do “ódio do bem”, que passou a empestear o ambiente deste país e que desumaniza adversários políticos. Recebemos, hoje, decisão contundente e assertiva.

Pleno News



Leia também:

Terra Brasil Notícias