BOMBA: por que chefão da TV Globo acompanhou Lula o tempo todo no debate

BOMBA: por que chefão da TV Globo acompanhou Lula o tempo todo no debate

Tratamento de honra ao candidato petista é assunto principal nos bastidores da emissora

Nos bastidores do debate realizado na Globo, nesta quinta-feira (29/9), o comentário era apenas um: “o tratamento de honra ao Lula”. A coluna LeoDias teve acesso a informações exclusivas de toda a movimentação do antes, durante e depois da sabatina histórica que parou o Brasil diante da tela ao longo de quase três horas.

Ali Kamel, atual Diretor Geral de Jornalismo da Globo, tratou o candidato petista como artista da casa e foi recebê-lo no carro em sua chegada. O “poderoso chefão” foi quem levou o Lula até o camarim. Todos os candidatos foram encaminhados ao cenário onde aconteceu o debate pontualmente às 21h40, mas o único que não subiu, foi Lula.

Quando o relógio apontou 22h15, Ali Kamel e Lula saíram juntos do camarim e seguiram conversando para o esúdio, sob olhares atentos das nossas fontes. Ao fim do debate, o mesmo diretor foi quem o acompanhou no trajeto para o carro.

O tratamento de honra tem um objetivo bombástico descoberto pela nossa reportagem: a Globo quer e precisa de um aporte maior de capital extrangeiro, de pelo menos 30%, mas para isso ela precisa de uma “canetada” para aumentar seu capital.

No entanto, a questão já é pauta em processo, faltando apenas uma assinatura. Cabe ressaltar que Jair Bolsonaro é contra o “sistema”, e insiste numa divisão mais igualitária entre as emissoras. Tanto é que ele teve papel fundamental na transferência dos jogos da Conmebol da Globo pro SBT.

Por isso, a Globo precisa que ele saia do poder para conseguir uma maior entrada de capital estrangeiro na emissora, que nos últimos anos perdeu muita verba governamental e precisou fazer uma reestrutura econômica e dispensar boa parte de seu elenco.




Leia também:

Terra Brasil Notícias