Ex-Globo é acusada de fraude para ficar com R$ 10 milhões do marido

Ex-Globo é acusada de fraude para ficar com R$ 10 milhões do marido

Suzy Camacho teria usado atestados falsos para ter a liberação do dinheiro do marido com quem é casada em regime de separação de bens

A ex-atriz da Globo Suzy Camacho, de 61 anos, foi acusada de enganar um juiz para conseguir a liberação de uma fortuna de R$ 10 milhões do marido. De acordo com a acusação do Ministério Público de São Paulo, ela usou atestados ideologicamente falsos para enganar a Justiça. As informações são da coluna Rogério Gentile, do UOL.

Ela é casada com o empresário Farid Curi, de 85 anos, desde 2013, em regime de separação obrigatória de bens. Em 2020, ela tentou retirar a fortuna de um fundo de investimentos, mas os filhos do empresário entraram com um pedido de bloqueio.

Contudo, Suzy conquistou o direito aos milhões com atestados falsos sobre a saúde do marido que está hospitalizado há dois anos com paralisia cerebral. O MP acusa a atriz de “ludibriar” os médicos que assinaram os documentos. O órgão afirma que ela mascarou os fatos e não informou aos médicos que as declarações seriam usadas como prova da capacidade mental do marido. 

Além disso, o Ministério Público diz que “a pedido da atriz, [o médico] deixou de expor informações negativas ou prejudiciais”. Procurados pela coluna Rogério Gentile, do UOL, a defesa de Suzy Camacho negou as acusações e afirmou que o processo é mais uma disputa financeira dos filhos de Farid Curi contra a atriz.




Leia também:

Terra Brasil Notícias