Oficial da Polícia Militar é humilhado por militante de esquerda em escola cívico-militar; VEJA VÍDEO

Oficial da Polícia Militar é humilhado por militante de esquerda em escola cívico-militar; VEJA VÍDEO

O comandante-geral da PM, coronel Alexandre Mendes, afirma que ficou  perplexo com   os fatos ocorridos durante audiência pública para militarização da  Escola Estadual Adalgisa de Barros, em Várzea Grande, na noite dessa segunda (23). Em nota, o oficial repudiou o tratamento dispensado por sindicalistas ligados ao Sintep- MT para policiais militares presentes no local e prometeu acionar os envolvidos na Justiça.

“O que era para ser um espaço de diálogo propositivo e fecundo tornou-se uma arena de desrespeito. Perde sobretudo a comunidade. Perde ainda pretensos professores que deram prova flagrante daquilo que não possuem: educação. É isso o que tem a oferecer a nossos jovens?”, questionou o oficial.  

Segundo o comandante-geral, a  PM  a situação registrada na Escola Estadual Adalgisa de Barros e diz que os    aviltaram profissionais da segurança pública que estavam presentes para servir à população. Informa que todas as medidas legais serão tomadas contra os envolvidos.    

Sob pretexto de educar, com suas atitudes de ontem, mais corrompem que educam”, pontuou.



Leia também:

Terra Brasil Notícias