Após declarar Rússia como “Estado patrocinador do terrorismo”, Parlamento Europeu sofre ataque hacker 

Após declarar Rússia como “Estado patrocinador do terrorismo”, Parlamento Europeu sofre ataque hacker 

O Parlamento Europeu definiu a Rússia na quarta-feira (23) como um Estado promotor do terrorismo e, horas depois, foi vítima de um ataque cibernético .

Momentos após a aprovação da resolução, o site oficial da agência foi desativado . Muitos usuários em redes mostraram que a tela estava lançando uma imagem branca na qual um erro foi relatado.

A presidente do Parlamento, Roberta Metsola , falou sobre o ataque em sua conta no Twitter e esclareceu que se tratou de um “ciberataque sofisticado” e que “um grupo pró-Kremlin reivindicou a autoria ” .

Por sua vez, ele comentou que o departamento de tecnologia estava “lutando contra ele e protegendo nossos sistemas”.

O ataque sofrido pelo site foi um DDoS -ataque distribuído de negação de serviço-, segundo o porta-voz do legislativo, Jaume Duch . “Atualmente, o site é afetado de fora devido aos altos níveis de tráfego da rede externa”, comentou.

Este tipo de agressão virtual baseia-se no envio de um grande número de pedidos para entrar numa determinada página, o que faz com que o servidor não consiga responder a todos eles e, por isso, entra em colapso . É aí que todos os usuários que desejam navegar no site -sem conseguir distinguir os falsos dos reais- não conseguem e, na falta disso, veem uma legenda que informa um erro.




Leia também:

Terra Brasil Notícias