Bolsonaro compara apuração do 1° turno com a de Aécio e Dilma em 2014 

Bolsonaro compara apuração do 1° turno com a de Aécio e Dilma em 2014 

Nesta quarta-feira (5), o presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), comparou a apuração do primeiro turno das eleições do último domingo (2), com apuração das eleições de 2014. O chefe do executivo voltou a citar um “comportamento atípico” as urnas eletrônicas.

“Tivemos apurações, alguns problemas aconteceram”, disse Bolsonaro durante live. ” Se a apuração durasse mais 5 minutos, nosso oponente teria conseguido vitória em 1º turno”, acrescentou o chefe do executivo.Bolsonaro comparou a apuração dos votos com a ocorrida em 2014, entre Aécio Neves (PSDB) disputava a presidência com Dilma Roussef (PT).

“Bem típica de algoritmos, parecido com 2º turno de 2014, entre Dilma e Aécio”, acrescentou Bolsonaro.

Naquele ano, Aécio Neves (PSDB) disputava a presidência com Dilma Roussef (PT) e aparecia como campeão nas estatísticas até as 19h32. Exatamente uma hora antes, o tucano aparecia com 55,4% dos votos e a petista, com 44,56%. Às 19h32, o cenário virou e Dilma avançou com 50,05%, permanecendo na liderança até o final da apuração, às 2h13, quando venceu oficialmente com 51,64% dos votos válidos.

A virada ocorreu, pontua nota do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), devido à diferença de fusos horários entre os Estados. Aécio liderou no Sul e no Sudeste, porém ficou para trás no Norte e no Nordeste.




Leia também:

Terra Brasil Notícias