Produção do algodão pode ser a maior da história

Produção do algodão pode ser a maior da história

A projeção é do Ministério da Agricultura

O Valor Bruto da Produção (VBP) brasileira de algodão pode bater R$ 41 bilhões, o maior da história. O recorde aparece em uma previsão divulgada pelo Ministério da Agricultura (Mapa) nesta segunda-feira, 15.

Além disso, o número corresponde a um crescimento de 55% sobre o valor da produção de algodão de 2021. Mato Grosso aparece com o melhor resultado entre os Estados: R$ 30 bilhões. A série histórica do Mapa teve início em 1989.

De 2021 para 2022, a área plantada de algodão no Brasil cresceu quase 17%, de acordo com os dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Para a safra atual, o órgão estima a safra próxima de 7 milhões de toneladas, somando a pluma e o caroço.

“O algodão é tão bom que ele está até no dinheiro, nas cédulas”, disse Júlio Cézar Busato, presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa). Ele contou, em entrevista a Oeste, que os subprodutos fornecidos não são poucos. Além dos tecidos e dos pacotes vendidos em farmácias, a lista inclui insumos para a indústria de cosméticos, fabricação de ração animal e até mesmo o óleo usado pelo McDonald’s para fritar as batatas.

Busato também comentou que 85% de todo algodão brasileiro é certificado. A Abrapa possui um sistema de informação que permite rastrear a produção desde o plantio até o produto final disponível no varejo.




Leia também:

Terra Brasil Notícias