México passa a exigir de brasileiros visto físico em passaporte

México passa a exigir de brasileiros visto físico em passaporte

Viajantes do Brasil podiam entrar no país para fins turísticos ou comerciais por meio de procedimento online desde o fim de 2021

O governo do México divulgou nesta quarta-feira (3) novos requisitos de visto para brasileiros, que agora terão que solicitá-lo de forma física no passaporte antes de viajarem para o país.

O Ministério do Interior mexicano (Segob) anunciou no Diário Oficial da Federação (DOF) “a aplicação temporária de vistos em passaportes comuns para cidadãos da República Federativa do Brasil na condição de permanência do visitante, sem permissão para realizar atividades remuneradas”.

Com essas medidas, que entrarão em vigor em 18 de agosto, os brasileiros que pretendem viajar para o México “devem solicitar o visto correspondente à autoridade consular mexicana”, informou o Ministério das Relações Exteriores do país norte-americano (SRE) em comunicado.

Essa medida, de acordo com a pasta, elimina o Sistema de Autorização Eletrônica (SAE), por meio do qual, desde 11 de dezembro de 2021, os brasileiros podiam viajar para o México com objetivos turísticos, comerciais e culturais.

Na ocasião, o México suspendeu temporariamente o acordo que abolia a exigência de visto para cidadãos brasileiros, que estava em vigor desde 2004, citando um aumento do tráfico ilegal de pessoas provenientes do país.

“O México reitera sua disposição de continuar cooperando com as autoridades brasileiras na busca de soluções mutuamente aceitáveis para garantir uma migração segura, ordenada e regular, bem como para combater as quadrilhas internacionais de crime organizado que lucram com o contrabando de migrantes”, disse a Chancelaria mexicana.

De acordo com a Unidade de Política Migratória da Segob, 152.888 brasileiros entraram no México no primeiro semestre deste ano, dos quais 1.874 foram “apresentados ou canalizados” à autoridade migratória, que deportou 70.

Essa medida reflete a pressão que o México está enfrentando a partir de fluxos migratórios recordes para os Estados Unidos, cujo Escritório de Aduanas e Proteção de Fronteira (CBP) interceptou mais de 1,6 milhão de pessoas até agora no ano fiscal de 2022, que começou em outubro de 2021.




Leia também:

Terra Brasil Notícias