Abandono, pobreza, filhos rebeldes: vida de Jackie Chan parece filme

Abandono, pobreza, filhos rebeldes: vida de Jackie Chan parece filme

Jackie Chan tem 68 anos, completados em 7 de abril de 2022. Quem vê o ator e lutador de artes marciais nas telas do cinema ou da TV não imagina sua história de vida, que é repleta de aventuras e curiosidades.

Conheça Chan Kong-sang: Ator, produtor, roteirista, diretor de cinema, cantor, coreógrafo e lutador de artes marciais: aikido e vários estilos de Kung Fu, como Drunken Fist, WingChun, Shaolin do Norte, Monkey Style e Wushu moderno.

Chan nasceu em 7/4/1954 em Victoria Peak, na Ilha de Hong Kong. Seus pais eram muito pobres e ele quase foi vendido para um casal rico da Inglaterra quando era bebê. Mas a família conseguiu se reestruturar.

Os pais de Chan eram o mordomo Charles Chan Chi-Ping e a empregada doméstica Lee-Lee Chan Yuet-Wing. Quando menino, ele tinha o apelido de Pao-Pao (“bola de canhão”, em chinês) por ser muito enérgico e gostar de rolar no chão. Chan já pesava 50 kg aos 5 anos de idade.

O pai de Chan o acordava cedo para que, juntos, eles praticassem kung fu. Charles acreditava que a arte marcial proporcionava paciência, força e coragem. Aos 7 anos, seus pais foram para a Austrália (pai transferido como cozinheiro da embaixada). Chan ficou numa instituição. Ele aprimorou acrobacias na Escola de Ópera de Pequim, onde havia aulas rigorosas. Ele ralou muito para alcançar o nível exigido.

Chan visitava os pais na Austrália e, quando isso acontecia, ele fazia um trabalho de meio período como operário de construção. Ali surgiu o apelido Jackie. O primeiro contato com o cinema foi quando um cineasta local o convidou para uma ponta num longa-metragem e Chan se destacou, abrindo caminho para novos convites.

Ele fez cerca de 20 filmes com papéis secundários até tornar-se protagonista e deslanchar, no começo dos anos 1980. Em 2015, foi o segundo ator mais bem pago, perdendo apenas para Robert Downey Jr. Em 2020, ficou entre os 10 mais bem remunerados do cinema.

Após a trágica morte de Bruce Lee em 1973, Chan foi apontado como um possível sucessor e estrelou uma série de filmes de kung fu. Mas, para não permanecer no mesmo estilo de Lee, ele decidiu combinar suas habilidades nas artes marciais com acrobacias próprias. E acrescentou um tom cômico.

Uma das características de Chan é dispensar dublês. Ele já sofreu fraturas em gravações. Com isso, em 2012, Chan acabou entrando para o Guinness Book, livro dos recordes, como o ator que mais vezes executou as suas próprias cenas de acção e por ter o maior número de créditos num só filme.

Ele é casado desde 1982 com a atriz taiwanesa Lin Feng Jiao e o casal tem um filho, Chan Cho Ming. O filho de Jackie Chan passou a seguir a carreira artística e adotou o nome de Jaycee Chan. Hoje tem 39 anos. É cantor a ator, nascido nos EUA.

A conduta do filho deixou Jackie Chan decepcionado e envergonhado. Jaycee foi preso por porte ilegal de maconha na China. Mas Jackie é embaixador antidrogas e combate ativamente o uso de tais substâncias na China. Jackie Chan também tem uma filha, Etta Ng Chok Lam, de uma relação extraconjugal com Elaine Ng Yi-Lei. Ela tem 22 anos. Numa autobiografia lançada em 2018, o ator faz mea culpa por relacionamentos fora do casamento.

Atualmente, Jackie Chan está produzindo um filme que está sendo rodado num bairro devastado pela guerra na Síria. O filme “Home Operation” mostra centenas de cidadãos chineses que viviam no Iêmen e tiveram que deixar o país devastado pela guerra, usando barcos da Marinha chinesa.




Leia também:

Terra Brasil Notícias