Bolsonaro ‘tem sido repetidamente censurado por grandes plataformas, disse Glenn Greenwald em entrevista

Bolsonaro ‘tem sido repetidamente censurado por grandes plataformas, disse Glenn Greenwald em entrevista

Em entrevista a Tucker Carlson, da Fox News, o jornalista e advogado norte-americano Glenn Greenwald, disse que o presidente Jair Bolsonaro (PL) ‘tem sido repetidamente censurado por grandes plataformas de tecnologia. A declaração ocorreu em entrevista ao jornalista norte-americano Tucker Carlson, apresentador do canal Fox News.

Na entrevista, Tucker Carlsone e Glenn Greenwald comentaram sobre as diversas vezes em que as Big Techs censuraram conteúdos postados por Jair Bolsonaro.  Glenn criticou ainda o alinhamento da esquerda e dos liberais com grupos pró-establishment. 

“Ele foi censurado frequentemente ao falar sobre Covid, é frequentemente censurado ao falar das próximas eleições”, disse o ex- Intercept.

Glennwald acrescentou que “Facebook e Google estão essencialmente ditando a brasileiros o que eles podem ou não ouvir do seu presidente democraticamente eleito. Não importa o que se acha do Bolsonaro. É preciso ver que isso é um problema sério”.

“É uma dinâmica muito similar ao que aconteceu nos EUA, onde todo o establishment se uniu contra Trump”, disse o jornalista.

O jornalista Glenn Greenwald coordenou, no site Intercept Brasil, a série de reportagens conhecida como “Vaza Jato”, que revelou troca de mensagens entre Moro e procuradores da Lava Jato.

Dono da maior audiência da TV a cabo dos Estados Unidos em 2021, o jornalista Tucker Carlson esteve no Brasil para gravar uma série de reportagens, inclusive com o presidente Jair Bolsonaro. No Rio de Janeiro, a estrela da Fox News entrevistou Filipe Martins, atual assessor especial para assuntos internacionais da Presidência da República.




Leia também:

Terra Brasil Notícias