Rosa Weber arquiva apuração contra Ricardo Barros a pedido da PGR

Rosa Weber arquiva apuração contra Ricardo Barros a pedido da PGR

Investigação preliminar baseava-se em pedido de indiciamento da CPI da Covid-19

Atendendo a um pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF) arquivou um procedimento preliminar aberto para apurar indícios de que o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), atuava em favor de empresas privadas em sua função. A investigação havia sido motivada pelo pedido de indiciamento de Ricardo Barros na CPI da Covid-19 realizada no Senado.

Para a PGR, porém, a CPI não indicou provas suficientes para que um inquérito fosse aberto contra Ricardo Barros. Com isso, solicitou o arquivamento.

“No caso concreto, uma vez que a PGR afirma inexistir, no caderno investigativo, base empírica para o oferecimento de denúncia contra o parlamentar indiciado, há que se acolher o pedido de arquivamento formulado pelo parquet”, diz Rosa Weber em sua decisão.




Leia também:

Terra Brasil Notícias