Polícia encontra câmera usada para monitorar batalhão da PM por criminosos

Polícia encontra câmera usada para monitorar batalhão da PM por criminosos

Duas mulheres foram presas na terça-feira (21) por repassar informações de batalhão de elite da PM em tempo real a criminosos

A Polícia Civil identificou uma câmera na fachada de uma loja que era usada para vigiar agentes do Batalhão de Choque, na região central do Rio. O equipamento foi instalado em um suposto depósito de gelo e era voltado para o portão do quartel.

Na terça-feira (21/6), duas mulheres foram presas por espionar ações dos batalhões de Choque e de Operações Especiais (Bope) e repassar informações dos agentes a traficantes. Segundo investigações da polícia, o local foi alugado por uma delas.

A corporação também afirma que uma das suspeitas morava em Laranjeiras, zona sul, próximo ao Bope e que a dupla monitorava a corporação para repassar informações em tempo real para criminosos.

O esquema foi descoberto quando policiais perceberam que estavam sendo seguidos por um carro. Segundo o RJ2, da TV Globo, os agentes iam para uma operação contra o tráfico de drogas em Manguinhos, na zona norte da cidade.

Ao abordar o veículo, os policiais encontraram diversos aparelhos de celular. As informações sobre a localização e ações dos agentes era repassada por meio de aplicativos de mensagens.

As duas foram presas por agentes da 21ª DP (Bonsucesso), acusadas de associação ao tráfico.




Leia também:

Terra Brasil Notícias